terça-feira, janeiro 17, 2006

Salva-vidas

Meu Quase:
Nesta próxima quinta-feira, será votada a lei relativa às rádios de Portugal.
Vou falar-te disto e, por favor,
promete-me que vais pensar.
Preciso de ti!

Não é uma lei para sexta–feira.
Acredito numa alteração gradual de hábitos de consumo.
Doutra maneira, somos um Povo que não existe em parte alguma, um amontoado de pessoas.
Lembras-te quando foi imposta a lei que obrigava ao uso do cinto
de segurança?
Vincava a camisinha riscadinha do jovem bolsista...
Agora é apenas mais um reflexo condicionado.

Digo-te:
Esta lei pode funcionar na medida exacta, sem constituir uma guerra aberta com os radialistas.
Eles vão tentar segurar o seu emprego. É justo mas,
provavelmente, estará em causa um País com um futuro mais longo que a nossa precária vida temporal.
Cansa-me um pouco esta mentalidade doce e passiva de quem só vê apenas a roda de sua bicicleta.
Pensa nos músicos que estão para nascer,
ajuda-me!

Portugal tem de valer a pena.

Os inimigos moram a teu lado.

6 comentários:

um estranho disse...

Acima dos 60% !
Deliberado por maioria absoluta.

e Portugal?
Portugal é um país lindo
de ouvir.

ledeuche disse...

Se dúvida! Portugal é um país LINDO de ouvir; como aquele Homem como eu, magro e grisalho — não eu

André disse...

Pena que saia em diário da república, como se não nos corresse no sangue. Como quem decreta por lei, a proibição de se esquecer da própria alma. Triste que assim seja. Ainda assim, menos triste que este autismo. Os problemas de visão também se resolvem com óculos de ver ao perto.

Joana disse...

João,

No Sábado vi a peça "Romeu e Julieta"...com a tua música! Foram várias as vezes que me apeteceu chorar, gritar (e olha que não foi pela tragédia em si - que todos tão bem conhecemos - foi porque aqueles acordes tocaram-me, levaram-me para longe daquela sala de espetáculos!!!).
Quantos de nós vivem a olhar para o próprio umbigo e esquecem que os que estão à volta também o têm?
Quem sabe se o estado deste Portugal não é fruto disso mesmo...!
Sim, eu vou lutar, vou continuar a querer ouvir-te e a todos aqueles que estão para nascer, porque Portugal merece o melhor de nós.

Joana

P.S.Encontrei-te (ao blog) uns dias depois de "Romeu e Julieta", ainda tinha a música no ouvido e quando li o teu nome, respirei bem fundo e pensei "É um sinal!".

Nancy Brown disse...

tal como a joana vi a peça do Shakespeare com a sua música. ontem no teatro académico de gil vicente. parabéns pelo intimismo e integração no texto. concordo em absoluto consigo quanto à lei da rádio. e não percebo pq é q os músicos não estão todos deste lado. se calhar e mais uma vez estamos perante inenarrável "socialmente" correcto. infelizmente...

Salomé disse...

E o Diogo vai tão bem...