sexta-feira, agosto 19, 2005

Lisboa em parte incerta

Fiquem por aí.
Por favor, não voltem das vossas férias,
Deixem-se ficar para aí a banhos e, sobretudo, não voltem.
Peço-vos.
Isto aqui assim por Lisboa está meio estranho, com pouca gente...
Não... isto não está nada bom.
Já se viu que a indústria não dá muitas soluções, que o comércio enfrenta uma crise terrível de falta de poder de compra e confiança.
TURISMO, sim, o futuro está no turismo.
Sol todo ano.
Aqui está a verdadeira fonte de riqueza natural.
Dediquemo-nos pois então ao turismo.
Aproveitem bem, e montem o vosso estaminé enquanto é tempo.
Caso contrário, virão os outros de sempre.
Por favor não voltem.
Ou então?
Venham cá só muito de vez em quando.

1 comentário:

um estranho disse...

Sigo o teu conselho, fico por "lá", mas só se vieres ler os meus poemas de hoje!

A cidade em Agosto não parece a mesma.