quinta-feira, setembro 22, 2005

Chão limpo

-À pergunta :
- O equinócio foi ontem ou hoje?
Devolve de seguida a Margarida com o tom e ar de seu costume gozona:
- Porquê irmão, sentes-te equinociado?
- Sim sim....claro...a desgraçada.
Fiquei a pensar...o dia fica igual à noite...a noite igual ao dia... a coisa vai decrescer, e...
É o tempo de enterrar o verão.
O tempo de encaixotar as memórias recentes ou ainda.
Vem aí o frio?
Se vier que venha.
Será bem recebido.
Esperaremos por ele com aquele enfadado aparente, à beirinha de um sorriso.
Tristes de fingimento.
Nós,.. ah ah!!,
Os espertalhões e sabidolas, seguidos de pontos e vírgulas, plenos de interrogações;;;????
Não podemos jogar tudo numa cartada.
Quem vier , que descubra para seu espanto, que afinal por baixo do nosso tapete,
o chão ...
Está limpo.

3 comentários:

um estranho disse...

Um bocado perdida neste desabafo.
A consciencia?

soniaq disse...

É bom haver estações, do ano e as outras e tb apeadeiros.
Vivi uns tempos num país que só tinha 1 estação, melhor duas, a do calor e a do calor com chuvas.
até

A.na disse...

...Espertalhões e sabidólas de fingimentos tristes?????

Justo que não se abra o jogo de rompante,faz parte da estratégia do bom jogador,mas...
Ui,que desabafos de herói:)cheios,certeiros,rasteiros,rafeiros,teatraleiros,mais cénicos que cinicos!!

ConsciÊncia sim,
Homem consciÊnte de ser homem!

È por ser assim que me prende a atenção...
Um Homem,cénico,da cena,do teatro,do palco...
um coração maltÊs que tropeça no tapete...terno.
Não apague memórias João...

"não me arrependo das horas que(ñ) perdi...um instante na memória é mais valioso do que jardins,do que montanhas,do que anos de tempo."

...não se apagam!