sexta-feira, setembro 02, 2005

A Mão e a Pedra

Uma simples pedra, apanhada na areia da praia
Fecho a mão
Sinto o calor que dela sua
Ainda como um corpo que respira
Moldada e amaciada
As arestas cortantes, esmagadas por batimentos de mar sobre o mar
Por ondas sucessivas
Incansáveis

Onde está o primeiro ou o último grão de areia?

Quem somos nós?

Um segundo no universo?

9 comentários:

Baggio disse...

Há mais estrelas no céu do que graus de areia em todas as praias do mundo.

Baggio disse...

*grãos*

ojitos disse...

lembre so que, como cantaria a evora: "e doce mover no mar, nas ondas verdes do mar.."

Cláudia disse...

Uma súbita consciência da nossa pequenez? Uma angústia não contida pela percepção de que realmente é tão pouco o que podemos controlar?

Se somos um segundo no Universo, então façamos tudo para sermos um segundo bem vivido...

Beijo ***

Mary wants a little Lamb disse...

Somos todos uma parte muito importante. Eu pelo menos acho aue toco a vida de algumas pessoas, o que me faz ter importância! Tem todo o sentido viver, mesmo sendo um grão no meio de muitos.

Lyra disse...

pequeninos nadas sempre a crescer..

H. disse...

Talvez menos que um segundo...
Talvez pedras amaciadas pela dúvida na mão de alguém...
Talvez as ondas que moldam as pedras...
Ou talvez apenas... nós... :)

um estranho disse...

Somos tanto, somos tudo.
E num segundo, não somos nada.

UnaRagazza disse...

Não é o que todos tentamos saber?