domingo, outubro 16, 2005

O adepto atípico

Meu Querido Diário:
Vem aí uma semana complicada e armadilhada,
trabalhosa e poderosa.
Por isso, é com apreço e dedicação,
que me dedico a ti de alma e coração,
antes que me esqueça,
por tanto queijo com certeza.

- É no mínimo para desconfiar que o prof. Marcelo ache que, no caso do bloco, o dirigente "seminarista" ( a expressão é minha) Louçã candidata-se para manter o seu público e mercado de afirmação, mas do lado do líder do C.D.S., que respira ruidosamente ao estilo do melhor Freitas (espero que não por razões de saúde), já não se põe o problema.
As eleições presidenciais não necessitam de partidos! Diz sem muita convicção.
- Ah... inteligente o prof. Marcelo do planeta Cavaco.

- E o que dizer da moda Lisboa?
Pode ser redutor pensar e concluir, mas.....é ou não, à sua maneira, um mercado de carne?
- Sim sim, a moda é espectáculo...achas? Éeeeeeeee...vindo de ti? Nunca pensei.


- Não me dá qualquer tipo de prazer ou gozo as derrotas, os dramas ou tristezas do Sporting, Porto ou Benfica
- Nas tintas!!
Apenas o jogo pelo jogo, como se fosse um....jogo

- Sou um adepto atípico.

7 comentários:

A.na disse...

Tudo expressões suas?
Valente João das regras...

A.na disse...

Um mercado da carne??

M disse...

Está complicado isto tudo ... volta-se a mesa para ver se do outro lado já foi uma tela para algum pintor. Tenho sempre a esperança das coisas não serem só da superficie.

A.na disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
sem cantigas disse...

mentiroso, inda há umas horas disseste q é tudo por causa do glorioso ganhar... oooo disfarça...

A.na disse...

Às tantas,
até são...confusas e..... ....
dia lindo...de chuva...
e... ...............
ops....falta-me a memoria.......

André disse...

João
Ainda há esperança para ti rapaz. A verdade é que te perdes, sempre agarrado a essa guitarra, sempre na companhia dessa gente da música, que não têm qualquer futuro. Põe os olhos na juventude que vai aos estádios, com objectivos bem traçados, gente que sabe o que quer da vida. Larga esse vício enquanto é tempo. Não te desgraces