segunda-feira, fevereiro 20, 2006

A janela embaciada

Querido Amigo

Não é que a luz faltou exactamente
na parte em que o actor, aquele do matrix,
um pouco duro, canastrãozito mas enfim,
ao contrário da... nem encontro palavras,
Charlize...
Chorei baba e ranho só podia.
Às vezes chora-se nas banhadas americanas.
Porquê?
Um sinal de fraqueza!
Que franqueza!
Fui à janela para ver se era geral... a avaria entenda-se.
Apenas no meu quarteirão.
Só para chatear mesmo ali ao lado, o projector
ilumina agressivamente o prédio em frente,
A pirraça do rico... palhaço!
Enquanto espero pelo piquete da EDP à espera da sua Opá,
embacio o vidro da janela com fúria de mestre.
Atenuo a violência do chato do foco, e penso numa data de gente antes de desenhar no vidro em branco.

Se um dia escreveres algum nome na tua janela,
foi porque pensaste numa data de gente também, mas...

Que a luz nunca te falte!

5 comentários:

Sílvia disse...

Assim não vale, João! Estava eu a tentar decidir se escrevia ou não um post a contar que me tinha fartado de chorar com um daqueles filmes americanos super banais (precisamente esse que tu também viste)e afinal tu adiantaste-te...

Mas o pior é que eu já tinha visto o filme na TV e resolvi ir entreter-me com outra coisa para não fazer figuras tristes outra vez. Infelizmente, voltei precisamente na parte final que é a pior. Logo eu que choro até com desenhos animados! Que vergonha!

Acho que aproveitei para soltar as lágrimas que escondia teimosamente há muito tempo. Que se lixe! Lavei a alma.
Boa noite, João.
Fica bem.

nascitura disse...

joão,
tens o dom de me fazer sorrir...
obrigada

M disse...

Também me faltou a luz ...

blue note disse...

Lindo...

O teu sentido de humor... sempre!


Beijo

um estranho disse...

Nunca me dá para escrever nomes, faço um circulo enorme com um sorriso lá dentro.

Belissima a Charlize, faz-me lembrar o ar infantil da Meg Ryan.

Ele, fica melhor no Matrix. A voz não combina sequer.

O fim do filme? Também não vi :(