quarta-feira, agosto 16, 2006

Mortagua





Esta terra de Mortágua tem que se lhe diga.
Tem as suas festas naqueles dias de Agosto
em que chove abundantemente,
seja para levar finalmente os bombeiros à cama,
ou para inundar as casas de cheiros de terra africana... molhada... sensual... imagino.

Mortágua tem gente muito curiosa,
muitos jovens músicos, abertos e disponíveis
para as novas correntes,
escoteiros amáveis, prestáveis e sorridentes,
escolas de cães destinados a serem guias de invisuais,
emocionante pela dedicação de
pessoas tão delicadas e gentis.

Sentido acolhimento, deixei-me levar de conversa em conversa,
Cruzando olhares com toda a gente, de espumante em punho,

Esta Filarmónica de que faço parte, tem muita sorte.
Foi assim em Ansião, na Batalha, na Amora e será
amanhã no casino, depois em S. Martinho, em Penafiel,
por aí fora até Elvas no final do mês.

Tenho muita sorte estimado amigo.

4 comentários:

sophia disse...

Que bestial é continuares a ter gozo em fazer o que fazes e sentires-te um homem de sorte. Não é muito frequente ver este tipo de comentário, de gente de bem com a vida.

Petra disse...

Sorte nada, a malta tem é vergonha de vos dizer que não vos curte. :D ;)

Ze de Mello disse...

Cá o esperamos e à sua filarmonica!

Bem Hajam!

Mónica disse...

roubei-vos este instante :-)