quinta-feira, agosto 24, 2006

Petiçao- 5.000

São necessárias 5.000 assinaturas
para que o assunto seja apreciado
pelos deputados da República.
Tudo bem, são as regras.
Podemos não chegar lá, é certo.
Trinta mil obstáculos se levantam... o costume.
São imensas as razões:
- É inconstitucional!
- Havia outras formas de pôr a questão.
- Tens de ser mais explícito.
- E os danos colaterais?
- E a minha liberdade?
- E se eu, vítima e dono do terreno, se o quiser vender?
- Pensa bem, podias modificar...
- Dez anos, francamente, mais que suficiente.

Ouvi... ouvi... ouvi...
Pensei:
- Caramba!
- Eu não governo. Eles não fazem música.
Tudo, tudo, tudo, tudo é motivo para nunca fazer nada.




Perguntei à floresta... escutei o que ela dizia de volta... e,

Ela precisa de nós!

17 comentários:

Nuno Lourenço disse...

Boas João sem dúvida nenhuma que ela percisa de nós, já a assinei e meti um link para a petição no meu blog sempre se pode arranjar mais umas quantas se quiseres dá lá um salto http://nunoaovivo.blogspot.com obrigado, abraço.

Shaktí disse...

Já assinei a petição. Parabéns pela iniciativa.

Alex disse...

Sou Portuguesa.
Não me considero estúpida, nem imbecil.
Acreditei, talvez inocentemente, e talvez todos os que assinam a petição acreditem também de forma inocente, que

é importante preocupar-nos
é importante fazer-nos ouvir
é importante dizer em voz alta que os incêndios em Portugal nos incomodam

é importante estarmos do lado de quem mais precisa

é importante mostrarmos que estamos preocupados

Se o fizemos de maneira "pouca"?
Se o fizemos de maneira "errada"?
Se o fizemos de maneira "exagerada"?


Desculpem!
A sério!
Desculpem!

termos feito qualquer coisa
ainda que errada
aos olhos de quem nos considera

Imbecis
Hopócritas
Idiotas
Estúpidos


Já valeu a pena João.
Fala-se nos corredores.
Procuram os decretos leis
Interpretam-se as leis
Questionam-se prazos.

Já se fala na ambiguidade da lei
Fala-se até em ordenamentos de territórios, áreas protegidas ...

Já valeu a pena.

E vai valer sempre a pena levantarmo-nos da nossa cadeira e criticar quem toma uma iniciativa destas.


Já se discute.
Já se mexem.
Já argumentam.

Não. Não sou estupida, nem imbecil.
E a minha educação não me permite chamar de "imbecil" a quem não concorda comigo!


Queres as 5.000 assinaturas?
Vamos a elas!

Que eu seja ceguinha! disse...

Humn sem ser muito mázinha mas percebe-se que a tua parte forte é a música e não as letras..que texto tão mau! E estás a contagiar outros como a alex (espero que tenha 16 anos pelo post).
Sobre o tema basta dizer que não se podem fazer leis que partem do princípio de que todos são culpados, leis cegas são leis injustas. O resultado podia ser as pessoas verem a floresta (mais ainda) como um empecilho.

Alex disse...

Tens razão, em contrapartida os teus textos são realmente muito bons.

E gostei bastante da tua ideia para se ultrapassar o problema dos incêndios em Portugal. Parabéns.

jorge ribeiro disse...

Esta onda de protestos revela a mentalidade que reina em Portugal.
Noutros países já foram estipulados os 30 anos.

A lei foi devidamente aprovada e sem necessidade de sangue. Veja-se o caso de Espanha. Perguntem-se se houve controvérsias. Não houve. Todos estiveram de acordo.

Concordo com a Alex, já valeu a pena.

Utilizando palavras suas sobre a Ota, Caro João, estes portugueses são mesmo estranhos!

Cordiais saudações de Ansião

CM disse...

Concerteza, que os obstáculos vão ser ultrapassados e as 5000 assinaturas vão ser conseguidas, por todos nós... portugueses.
Vou já de seguida, assinar esta petição, e passar o endereço para outras várias assinaturas.
É mesmo, necessário sensibilizar as pessoas, para assuntos realmente importantes, como este...
Bem haja, João Gil... e todos os cidadãos portugueses, que participam nesta petição.
Abraço, Carla Jesus.

Margot disse...

Eu assinei e vou divulgar.
Talvez não seja assim tão dificil recolher 5000 assinaturas! Vamos a isso? :)
Abraço

aprendiz de viajante disse...

Já assinei a petição...
Os meus parabéns pela iniciativa.

Gostei muito de passar por aqui.
Uma boa semana.

Renata Abreu Paulo disse...

Caro João,
Sempre o admirei como músico e como pessoa, agora admiro ainda mais, soube da petição através do Expresso e vim logo à Net saber onde colocar a minha assinatura.
Concordo plenamente com os 30 anos, e também não se poderia vender a madeira ardida por exemplo seria doada a instituições de caridade para aquecer os idosos no Inverno...certamente os incêndios iam parar!
Não me venham com histórias que é devido ao elevado calor,os meus pais têm um terreno com pinheiros e nunca ardeu... estranho!
Já tinha pensado nesta iniciativa, mas neste país normalmente só se consegue alguma coisa quando temos uma figura pública por detrás...uma vez mais, parabéns pela iniciativa.
Por exemplo estou "farta" de envair emails à minha câmera municipal a pedir papeleiras na rua, de modo a que esta não esteja sempre suja, e nem me respondem!Enfim, mas eu sou daquelas que não desisto.O país pode ser pobre mas pode ser limpo e digno para todos.
Vou passar mensagem a todos os meus conhecidos.
Vêmo-nos por aí...
Renata Abreu Paulo

Alter Ego Vitae disse...

Já assinei. Contribuí!

aprendiz de viajante disse...

Aproveitei o meu blog e fiz um pequeno contributo em prol da tua causa...

Foi uma pequena ajuda na divulgação... Se muitos ajudarem formamos um todo cada vez maior!

Um abraço dos Açores.

Tat Wam Asi disse...

Sem duvida, precisa tanto quanto nós precisamos dela.

Abraço

OLima disse...

Já assinei. Nada será demais para tarefa tão grande. Ben haja. Acabei de acrescentar este blogue à lista do meu. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

A. disse...

...sempre tão Caríssimo
este João.








Obrigada.

merdinhas disse...

Foi através da Ana que assinei e reencaminhei.

Mas não sem pensar nalgumas perguntas, como a de se o dono de um terreno que arde não o pode vender...

Mas optei por relegar o modo de equacionar/apresentar a questão para quem legisla, para quem governa como dizes.

Luigi Mario disse...

Se eu, na minha profissão, me virasse para um cliente e dissesse "Desculpe, não vá por aí, o que você quer fazer é uma imbecilidade, aqui quem percebe disso sou eu", de certo que estaria no fundo de desemprego à muito tempo...
... tento fazer entender o meu ponto de vista e entender o que me querem dizer. Haja compreensão... intolerância é coisa de rebarbados.
Mas claro..eles tem o tacho e o poder...

Abraços