segunda-feira, setembro 18, 2006

FIFA, IGREJA

Querem os homens do futebol,
a mudança e a transparência?

Sugestão:

- Dois árbitros e quatro fiscais de linha,
cabendo a cada um, o acompanhamento de apenas uma metade do campo.
Cada fiscal de linha vê reduzida a sua área de responsabilidade, aumentando a sua competência.
O 7º arbitro, visiona o jogo e modifica qualquer decisão errada, por duvida ou desatenção, assegurando uma maior verdade desportiva.
Assim, quem vê em casa, tem um representante
que interfere directamente no jogo.

Obviamente que será mais ou menos assim.
Não poderiam antecipar o processo?


Quer a Igreja a paz entre os povos, no respeito das crenças de cada um?


Sugestão:

- Deve o Papa assumir publicamente e sem reservas, que independentemente do passado de cada um , não existe superioridade entre religiões, e por isso, todos sem excepção serão igualmente iguais perante Deus, respeitando as premissas necessárias a qualquer diálogo entre seres com razão de ser.


Principalmente agora, que a sua, da igreja, máxima representante, o Papa, decidiu acender um cigarro junto a um depósito de combustível.

inadvertidamente?

5 comentários:

Mariana Matos disse...

o vento desviou a sua rota! :)

Alex disse...

Este Papa tem os dias contados.

Abraço para ti.

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Desconfio que esse cigarro acendido não foi inadvertidamente. Ou então, as interpretações do discurso não foram inadvertidas. Porque esta Papa ( a quem eu desrespeitosamente chamo de RAto Zingler) sempre escreveu sobre as várias religões e nunca respeitou nenhuma.Não me lembro de algém se ter indignado na altura!
Ele não disse uma mentira: De facto a Religião não deve incitar À violência, como sabemos que o Corão o faz, mas seria de dizer nesta altura do campeonato?
Depois do que fez JOão PAulo II não era suposto continuarmos no respeito por todas as religiões, com todos os seus defeitos e virtudes ?
Afinal a religião católica não precisou de um MAomet para cometer as mesmas atrocidades e violências em nome da relegião certo?
Quanto ao futebol já nem digo nada. Não gosto de cheiro a podre!
Beijoca e bom fim de semana!!

soniaq disse...

Dizem que "palavras leva-as o vento", neste caso (papa), espero mesmo que as leve e não as traga nunca mais.

E dizem-se homens de PAZ...tststs

beijoca, já tinha saudades
;)

Maria Albertina disse...

Outros interesses se alevantam.
De ambos (todos) os lados.
Daqueles que móvem os € ou $ (ou qualquer tipo de moeda, nota, oiro ou diamante).
Porque os pobres (de espírito, incluidos), esses são simples seguidores, quais ovelhas de um rebanho há muito criadas pela educação da nossa sociedade contemporânea.