terça-feira, outubro 03, 2006

Pub-produto uterinamente bruto

Meu estimado amigo

Ele há vários anúncios
que se copiam tão descaradamente uns aos outros,
que até mete dó.
Não é novidade, é feio apenas.
Gosto daquele do:
“huuuummmm uuu huuummm”
do coiso... ai... do ecoponto das crianças.
Até ao dia em que vejo o original,
ou seja, já por si uma versão de um clássico americano:
huuuuummm uuu hummmm”
um pouco diferente convenhamos, mas que na imagem, copia por sua vez a ideia das bolas coloridas a descer rua abaixo.


Nas tintas...
Mas o que me traz aqui à matéria,
é a curiosidade horrível que tolda o meu espírito
acerca das razões que terão levado Mr. Berardo
a fazer aquela epopeia com planos de helicóptero,
promovendo um banco que não o de um jardim...
Das duas vinte:
O Mr. necessita do sustento diário?
O Mr. é dono do banco?
O Mr. tem um egoponto de fuga tal, que precisa de uma vista enorme pró mar, à beira de uma falésia?
O Mr. quer ser reconhecido aí nas ruas do Pais?
Alguma há-de ser, e ninguém terá a ver com isso.
Acredita que não tenho nada contra o senhor Mr.
É aquele pudor cristão aprendido e contraído por mim em criança, que leva a conjecturas e tal e tal...
Pronto, ok...
Já não digo nada...



Em suma, gosto da pub,
mas não a posso levar a sério,
por isto ou por aquilo.

Um abraço e obrigado pela tua lembrança.

20 comentários:

Ana disse...

Realmente é estranho ...
O que levará um homem que todos sabem quem é , mas que até então ninguém sabia quem realmente era , a fazer aquele anúncio ?
Cá para mim deve ser mesmo o dono do banco :)
O pior é que haverá muita gente , que depois de ver o anúncio, julga que poderá chegar , pelo menos , a sócia do banco.
Mas a imagem é boa , sim senhor.

dass disse...

Aposto que o dito passa o tempo a dizer que o problema dos portugueses é que gastam demais. Abusam do cartão de crédito, são pobres e têm a mania de fazer vida de rico! Aliás, ouvi numa entrevista as suas dicas quanto à liberalização da legislação laboral, numa absoluta postura de arrogância só compreensível pelo compromisso Portugal. Bem esteve o Miguel Sousa Tavares, o primeiro a ser escolhido para publicitar o cartão, mas que recusou. Mas que qualidade de imagem ganhava a nossa TV se fosse o MST a aparecer de todas as vezes que temos de levar com o Joe no seu trono da falésia.

BlahBlahBlah disse...

Um blogue ainda à procura de um registo certo...

... bem vindo à blogosfera :)

Keratina disse...

E se tivesses visto o que eu vi...o "senhôre" não se sabe comportar em público...até as figuras públicas deveriam ter formação antes de o ser...

Alex disse...

Não sei se é bom se é mau ou que consequÊncias terá, sabes que há 3 meses que não vejo televisão? Por isso, não faço a minima ideia quem é o Mr Berardo. Pelas respostas parece mesmo o dono do banco :-)

Beijinhos

Pêndulo disse...

enfim... como ando de tostões contados há anos, e costumo não dar passos maiores que a minha perna, nem nunca liguei muito à publicidade do cartanito... mas claro que tinha que vir aqui ao blog para o João Gil me dar que pensar :-))))

soniaq disse...

Tenho pena que a colecção "Berardo" não seja a colecção "Soniaq" e depois convidava-vos a todos, os amantes de Arte a fazerem festins à volta dos ditos. E muita música. E muita coisa boa tb ;)
Afinal para é que serve o $$.

Quanto aos anúncios, a verdade é que a criação anda pelas ruas da amargura, seja em que área. Daí os exemplos.

Não esquecer que o tal Sr. Berardo deve ter um egozinho proporcional à sua fortuna e daí. E já agora ganha mais uns cobres e daí. É uma pescadinha de rabo na boca à beira de uma falésia madeirense.

beijos e abraços Pensador do Quotidiano

Ave Adore disse...

A segunda cançoneta entra nos piores de 2005 pelo simples facto de ser da banda do João Gil, o senhor Trovante, Ala dos Namorados e Rio Grande. Agora, numa banda onde inclui o seu nome. Não me esqueço de ter visto o senhor, com uma veia na testa a latejar, irritadíssimo contra os programas de partilha de música, porque, e passo a citar, “Essas pessoas estão a vir a minha casa, roubar o meu trabalho, Hã?!?”. Desde então, saco, diariamente, todas as músicas em que ele esteja envolvido e depois apago-as. E assim sucessivamente. Quero ver aquela veia explodir em directo.

;)

Ave Adore disse...

Diz este senhor que é democrata.

Ave Adore disse...

Roubar o trabalho dele?
Mas que trabalho?

Ave Adore disse...

"Deixa-te ficar na minha casa"
A segunda cançoneta entra nos piores de 2005 pelo simples facto de ser da banda do João Gil, o senhor Trovante, Ala dos Namorados e Rio Grande. Agora, numa banda onde inclui o seu nome. Não me esqueço de ter visto o senhor, com uma veia na testa a latejar, irritadíssimo contra os programas de partilha de música, porque, e passo a citar, “Essas pessoas estão a vir a minha casa, roubar o meu trabalho, Hã?!?”. Desde então, saco, diariamente, todas as músicas em que ele esteja envolvido e depois apago-as. E assim sucessivamente. Quero ver aquela veia explodir em directo.




Nuno Marketing
http://www.havidaemmarkl.com/anti.html

Norte disse...

este Ave Adore deve ter um complexo qualquer.

Alex disse...

Achas? Naaaa. As crianças também têm que exteriorizar as suas frustrações através do choro e das birras.
Os adultos, fazem-no através de outros meios.

soniaq disse...

Olha lá ó ave rara. Se não te agrada pior para ti. Valem todas as opiniões excepto aquelas que se escondem no anonimato. Se tens essas ideias, podias ou menos não te esconder atrás de uma ave adore, que de adorável não tem nada. tenho dito.

O que é que tens contra o João? Ele ser giro como o caraças? Ser talentoso até dizer chega? Ter mil projectos e darem sempre certo? O quê?????

Norte disse...

Tens toda a razão.
É horrível tem inveja de um homem bonito, com talento e projectos.
Pobre coitado de quem não tem. Deve ser isso que se passa, não...Ave adore?????

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Enfim...sem comentários...

João, quanto ao teu post, parabéns!
Mais uma forma genial e educada de expor uma opinião e levantar uma discussão saudável e inteligente.

É verdade que há uns quantos PP ( depois explico-te o que quer dizer PP), que não sabem argumentar, mas isso já é outro post.

Tal como tu, deixei de acreditar na publicidade...para ser franca até me irrita por ser tão provinda da "terra do nunca"(mas em versão pesada).
Um beijo, um Bom dia

A.P. disse...

Relamente cada vez mais a publicidade se tem vindo a degradar. Há que dizer que há alguns (poucos) que têm a genialidade de nos oferecer um bom anúncio, de quando em vez.
Parabéns pelo post (mais uma vez excelente, como sempre nos tens habituado).

Qto à ave "rara"... que comentário fazer? Já tinha lido esta opinião do Nuno Markl acerca do João e... que dizer? Cada um tem o direito à sua. Agora, vir encoberto pelo anonimato apenas lançar assim a opinião de outra pessoa sem mais nem menos...
Inveja... definiviamente só pode ser inveja.

A ti João. Continua a brindar-nos e encantar-nos.
Bom trabalho!

Mariana Matos disse...

É uma vergonha usar-se este espaço de comentários para palrar sem sentido...mas enfim. ave maria para quem levar; adoramus ou não...
Passa fora!

mni disse...

às vezes interrogo-me: não ter os comentários abertos é uma forma de censura,não tem nada a ver comigo, vou abri-los! mas depois, vou apreciando estas mediocridades, que o são pela sua veia crítica destrutiva (outra não lhes foi concedida) e não me apetece.Só por isso.

Enfim!




Beijinho para ti, João!


Continua a dar que falar...

outro beijo!

Xanu disse...

Eu acho que isso é publicidade enganosa, tenho exactamente o mesmo cartão que o dito cujo...mas o resto...está bem está!!