quinta-feira, outubro 13, 2005

O caso de um de nós

Aí está uma caso que deixa qualquer ser humano que se preze estupefacto com tamanha desumanidade.
O nosso compatriota, co-piloto do avião que foi apreendido na Venezuela, ficou por lá.
Ninguém sabe porquê ...e ele está por lá...ficará por lá.
Com sucessivos adiamentos do julgamento, está bom de ver, a selva selvátiva em que se encontra a justiça,
ou algo parecido com isso, naquele País.
Tudo indica que aquele nosso irmão de País estará inocente.
Sabe-se, porém, de todo o tipo de pressões que os nossos diplomatas têm exercido.
Estou com este discurso para, em primeiro lugar, manifestar a minha solidariedade para com um de nós.
Está lá, e se juntarmos esforços tudo poderá mudar.
Em segundo, serve esta situação bizarra para termos a noção que, apesar de tudo,
o nosso querido País é um edifício em permanente construção, que é melhorado dia a dia por todos nós.
Cada um de nós é tão importante como todos juntos em estado de nação.
Podemos ter muitos defeitos, e outros a apontar...
Mas orgulho-me de viver na Europa com tudo o que isso implica.

6 comentários:

V. disse...

Será inocente?Ouço julgamentos diferentes,mas até ser julgado não atiremos bitates!
O caso de cada um de nós,
mais um de nós,que neste caso pouco se poderá dizer,pouco credivel,caso toxico,toxidade de ideias,outras lutas existem e mais merecidas de batalha.
A vida de cada um de nós,sem egoismos,mas todos os que andam em nós e mesmo nós,que tantas vezes esquecemos de amparar,de lutar,de encontrar respostas inteiras,solidariedade é o que a nossa propria vida nos pede.
Somos nós mesmos esse edificio em construção,está na altura de o fortalecer,melhorando toda a nossa atitude para com os demais,chegados,amigos,intimos,nós,se em nada melhoramos,
nada poderemos fazer em força,
todos juntos,como um por todos e todos por um!Se nem olhar para quem mais perto está conseguimos,muito menos chegaremos ao tal"todos juntos em estado de nação"
O nosso pais merece essa força,mas há casos e casos,e este é muito pouco caso,droga de caso de drogas!Por mim,e por ser minha e apenas minha opinião que aqui deixo...
Lutas,esforços humanos e valiosos,se os temos por sentimento que os dar,
mais vale dá-lo
ao pequeno grande aspecto do nosso proprio caso de vida
e nossos mais chegados.
Atentos e juntos sim,
contra tantas injustiças sempre em força unida,
mas há casos e casos
e este(para mim) não será prioridade!
Com todo o respeito na opinião,sua e minha,
obrigado pelo espaço de desabafo.
abraço amigo.

Baggio disse...

A Europa (o Ocidente, para ser mais exacto) é responsável, directa ou indirectamente, pelo estado do mundo.

Marta Peralta disse...

Hoje cruzei me contigo no Café dos Teatros...

Bárbara Vale-Frias disse...

A ser inocente (eu acredito que sim... posso estar enganada, claro), arrepia-me o facto de uma situação destas poder acontecer com qualquer um de nós, pessoas honestas que, de um momento para o outro, se vêm presas numa teia intrincada e, ainda por cima, num país daqueles!

No que às passageiras respeita... aí, pena máxima!

A.na disse...

Sorte a sua,
andei lá perto,
mas não....
..... .. ..... .

patrick bateman disse...

sortes diferentes, dois pesos...
o actor, pelas arábias, o presidente... até o figo, enfim!