quinta-feira, dezembro 22, 2005

Uma salsicha emotiva


Braga por um copo


Meu Quase:
Que tal vai a coisa?
Sentes-te bem?
Ainda não rebentaste com tanta comidinha boa?
Ele é grão
Ele é cozido
Ele é bacalhau
Ele é tudo

Será que tu também recebes montes e montes de SMSs de Natal e Ano Novo, desejando o mesmo para todos indiscriminadamente?
Não me entendas mal!
Claro que desejo o mesmo, mas não se trata disso.
As pessoas como tu gostam de um tratamento singular, não?
Calculo que dê algum trabalho, mas caramba!
Tudo igual para todos de seguida?
Tipo salsicha emotiva?
Daquelas que, por timidez, volta para trás?
Tipo cagalhão popular, ou resquício de prisão de ventre materno em versão um pouco mais cuidada?
Sabes?
Já nem leio.
Já não respondo sequer.
Os meus amigos não gostariam de saber que ando para aí
a distribuir abraços por atacado,
juras falsas de amor pouco sério.

Há um lado que me encanta na frivolidade
de quem, muitas vezes, espalha simpatia avenida acima.
No entanto, irrita-me solenemente o esbanjamento afectivo,
esticando as peles do coração no passeio da lista de contactos abaixo.

Mas, reconheço o imenso conforto de quem recebe um SMS inesperado.

Liga-me!

11 comentários:

um estranho disse...

Xi,
Enfiei a carapuça até baixo e nem os pés ficaram de fora. É que, tambéu eu, faço isso, e ontém distribui pombas da paz pelas redes da blogosfera, iguaizinhas ou quase, por todos os Amigos.

Mas também te digo, enfiei a carapuça mas voltei a tirá-la, nunca dou um ponto sem nó.

Entendo por um lado o que queres dizer, mas como se personaliza uma mensagem de Natal quando queremos chegar a 80 e tal pessoas? Dificil han?

Porque estás tão zangado?
Se os teus amigos te enviam mensagens de Natal por mail ou outros, sejam elas iguais a tantas, é apenas porque se lembraram de ti. E isso é bom.


Um Feliz Natal João







e não resisto, estou aqui a conter-me e
"salsinha emotiva" ? hihihihihih

nascitura disse...

venham, venham...
estão quentinhas...
salsichas emotivas para todos!
venham, venham...
são banalissímas...
temos para todos os gostos!

boa reflexão, João!

A.P. disse...

Às vezes mais vale uma "salsicha emotiva" (boa figura de expressão; 5 estrelas) do que a ausência total. Pelo menos com uma "salsicha emotiva" dizemos: "Estou aqui. E lembrei-me de ti". Melhor que ficar à espera de um sinal e obter o silêncio absoluto e/ou a indiferença.

Feliz Natal para todos!

Maria disse...

Mesmo em formato salsicha, nos tempos que correm já é raro alguém sequer lembrar-se...
Mas, amigo João, só para ti, desejo um Natal cheio de carinhos, amizades, conforto, calor e que o novo ano venha carregado de inspirações, palavras e notas (de música) que esperamos vir a ouvir.
Feliz Natal, João.

alfinete de peito disse...

Os sms de Natal, nem sei qud vou enviar os meus...acho que ao longo perdi a paciencia para enviar tantos...este ano devo receber menos :).

Feliz Natal.
Temos dito.

sasha disse...

Desculpa a nossa ausência, mas ao falares de salsichas abriu-nos o apetite, não sei se existe comida para gatos com sabor a salsicha, mas se existe deve ser muito bom.
Se vires o Pai Natal por aí, dá-lhe este recado!!!
Pai natal, apetecia-me algo.
Não a Dama Doirada nem o Ambrósio, mas sim salsichas.

Aproveitamos este momento personalizado para te desejar um Feliz Natal e salsichas para nós.

Beijos da minha gata.

joão disse...

E ligou?????????
escrita vibrante das pessoas que estão apaixonadas!Mt bons os teus escritos,o que li ate aqui foi inspirante e emotivo como a salsicha.eheh
Ao teu amor neste tempo de paz!
Feliz Natal joão.

Lyra disse...

e sabermos que aquela pessoa passou um ano inteiro sem um "ai" e depois um "feliz natal blábláblá" que nos custa a digerir... deixei de retribuir. não me importo. que sejam felizes essas pessoas mas não me cuidam verdadeiramente. senão uma vez por outra teria chegado um "está tudo bem?".
apetece-me antes dar beijos e abraços (eu a quem a minha mãe chama de desligada das coisas e das pessoas, a quem a minha mãe critica com o olhar por lhe parecer que gosta mais dos bichos e das flores, que das pessoas), apertar por entre as minhas mãos as mãos dos meus amigos, dos que estiveram presentes nos momentos dificeis e com quem partilhei tantos sorrisos.
apetece-me dar sorrisos até a desconhecidos. apetece-me desejar "feliz natal cheio de saúde e de muita paz" a toda a gente, apetece-me plantar rosas de intenso perfume nos corações e dar aos racistas filhos de outra cor que não as deles, aos que fazem guerra a dor das mães que perdem os filhos, aos que vivem na avareza a fome dos degraçados e fazer natal dentro de cada um. Ah João apetecia-me tanta coisa. fazer e dizer, só para depois cantar "noite feliz, noite de paz" e sentir que era verdadeiramente assim. apetece-me pedir desculpa por este comentário ser mais sobre mim do que sobre o teu texto, mas o teu texto é um pensamento e vou comentar o teu pensamento para quê, se o acho correcto?!
Se eu te der um abraço consideras-o como um "feliz natal junto de quem amas e de quem te ama" ?

JG disse...

joão ontem dei por mim a pensar enquanto te via na tv.."mas que maneira porreira de "envelhecer"tive inveja de ti pá..tu..o jorge palma..zé pedro de facto estão muito bem..só te quero dizer q acho o teu ultimo trabalho excelente..tas solto..inspirado..o q é otimo..1 abraço

muguele disse...

Já nem registo nem respondo.
Os que são sentidos já vieram durante o ano com outras palavras e não são necessários agora. Outros que vêm agora serão mas passam ao lado.
Por outras razões este ano senti os amigos sem precisar de Natal.
Ao menos que tenha servido para isso.

Cláudia disse...

Um NATAL excelente, repleto de paz, harmonia e felicidade.

Beijinhos ***