sexta-feira, junho 23, 2006

Fala contigo

Caro João

Este assunto que te atormenta é um já visto entre nós.
É precisamente nestas alturas quando sinto que a tua razão e argumentação vêm das entranhas emotivas,
que tenho o apelo de te falar.
Não de te acalmar.
Não de apaziguar.
Que o mar te fique sempre bravo, assim é o meu desejo.
Mas deves pensar e ver bem o que vos rodeia.
Vocês são manifestamente poucos.
Todos se conhecem como primos ainda que afastados.
Ao contrário de outros países com maior número de habitantes,
o pódio é pequeno, têm de ser uns de cada vez...
Entendes?

Usa-se por aí a expressão de “sete cães a um osso”
antagónico a “setenta cães a sete ossos”
porque se assim fosse, diluiria a ideia de inveja e tudo se arrumaria
em patamares de sobrevivência normal, sem ter de estar na
crista da onda, o que faria de vós, um Pais normal e culturalmente rico na sua diversidade criativa.

Creio que os Portugueses têm de aprender a viver com esse facto, aproximando-se dos Países nórdicos que embora pequenos, souberam criar dinâmicas próprias.
Fala com os teus amigos
Fala com os teus colegas
Fala contigo
Pensa nisso como um bem e não como uma fatalidade.
Festeja os sucessos dos teus amigos
e verás com mais naturalidade
o sucesso do teu Pais.

Um abraço

Q.

5 comentários:

Mariana disse...

Nem todos têm que chegar ao podium. Isso, por si só, não é bastante...digo eu.

soniaq disse...

Muito bem falado, escrito.
Óptimo conselho!

Gosto de ler opiniões assim, faz-me acreditar mais nas pessoas, na racionalidade das emoções, sem exageros nem dramatismos ou invejas.

beijoca querido João

filomena disse...

Concordo plenamente, temos muito que aprender.

Beijinhos, fica bem.

andrezero disse...

muito bonito. nem sempre é fácil ser optimista

torna-se mais fácil quando conseguimos exprimir de forma clara que É POSSÍVEL e apontar as acções simples a tomar

Fala com os teus amigos
Fala com os teus colegas
Fala contigo
Pensa nisso como um bem e não como uma fatalidade.
Festeja os sucessos dos teus amigos
e verás com mais naturalidade
o sucesso do teu Pais.

gostei muito mesmo

Galeria Colectiva disse...

alter ego